Hoje, um dos maiores desafios para vida é a consciência dos problemas de saúde que realmente precisam ser vistos como coisa séria.

A obesidade é, sem sombra de dúvidas, um dos maiores deles.

Segundo a Associação Brasileira de Nutrição (ASBRAN), a obesidade aumentou 60% no Brasil em 10 anos.

A obesidade está se tornando cada vez mais comum.

Quando olhamos para as ruas ou até para nós mesmos no espelho, no fundo sabemos que devemos lutar contra todo que não é bom para nós, tudo nocivo à vida.

Você pode estar se perguntando: mas do que exatamente está falando?

Da sua saúde.

Sim! Hoje a maioria das pessoas está doente, espiritualmente, psicologicamente e fisicamente.

Mas, vamos falar sobre o físico.

Hoje, a obesidade é, junto com a depressão, um dos maiores males do século 21.

O Problema  da Obesidade é Real

Por onde andarmos encontraremos pessoas com todos os tipos de problemas. Isso é claramente visível em seus semblantes: pelas marcas da vida, pelos momentos das lutas, pelas vitórias, pelas doenças que lhe são – inevitavelmente – acometidas.

As emoções ditam boa parte daquilo que vivemos, não é mesmo?

Negar que milhares de pessoas estão sofrendo, visto que além de lidarem com várias questões da vida, ainda possuem grande dificuldade emocional advindas do sobrepeso, seria como negar a própria existência.

A Organização Mundial de Saúde afirma: “a obesidade é um dos mais graves problemas de saúde que temos para enfrentar.

Mapa da Obesidade no mundo

Em 2025, a estimativa é de que 2,3 bilhões de adultos ao redor do mundo estejam acima do peso, sendo 700 milhões de indivíduos com obesidade, isto é, com um índice de massa corporal (IMC) acima de 30.

No Brasil, essa doença crônica aumentou 72% nos últimos treze anos.

Conhecendo o Inimigo

A obesidade é causada pelo acúmulo de gordura no corpo provocado quase sempre por um consumo de energia na alimentação, superior àquela usada pelo organismo para sua manutenção e realização das atividades do dia-a-dia. Ou seja: a ingestão alimentar é maior que o gasto energético correspondente.

Pessoas obesas têm maior probabilidade de desenvolver doenças como pressão alta, diabetes, problemas nas articulações, dificuldades respiratórias, gota, pedras na vesícula e até algumas formas de câncer.

​Calcule seu ​Índice de Massa Corporal.

Já se perguntou porque a maioria das pessoas que conhece ou até mesmo você está encontrando tanta dificuldade para emagrecer?

É claro que existem as doenças e outras complicações que nos atrapalham na luta contra a obesidade, dificultando assim, a perda de peso.

Estudo mostram, entretanto, que estes casos são minoria.

Então, o segredo é aprender o que fazer quando não conseguimos emagrecer.

E Quando não Conseguimos Emagrecer?

Mesmo quando você segue uma dieta nutricional elaborada por um profissional especializado e realiza atividades físicas sob a orientação de um preparador físico, há chances de não conseguir emagrecer ou, pior, engordar mais.

Quando o caso é de doença, o certo é procurar um médico o mais rápido possível.

No site da clínica Ivan Resende Clínica e Cirurgia, vamos aprender mais sobre as doenças e problemas relacionados à obesidade.

Uma das principais é o hipotireoidismo.

Imagem mostra a tireóide em estado de hipotireoidismo

Causada pela baixa produção de hormônios pela tireoide (responsável por secretar hormônios que regulam o metabolismo) – chamados T3 e T4.

Quando há uma baixa secreção desses hormônios, o metabolismo tende a ficar mais lento, podendo fazer a pessoa engordar e até levar à obesidade.

Outra doença que pode fazer engordar é a presença da síndrome de ovários policísticos em mulheres.

Assim como o hipotireoidismo, essa síndrome desregula a produção de hormônios.

Veja esta lista do que pode estar te fazendo engordar.

O conhecimento pode não resolver tudo, mas te dará um norte, você não ficará perdido sem saber que problema está enfrentando.

Para muitos emagrecer pode parecer impossível

Quando você emagrece mais de 20 quilos, as pessoas acham que você tomou uma pípula mágica em um dia e acordou magra no outro.

Nem acreditam que você emagrece tanto.

Conheça alguém que fez algo extraordinário em sua vida.

Ele, hoje, é um amigo pessoal e uma das pessoas que me inspirou a emagrecer.

Samoelso Machado emagreceu 24kg e diz que o Ornellas foi sua grande inspiração

Sabe quando você acha que preguiça é motivo pra não treinar ou se desmotiva na primeira dificuldade?

Conheça a história de superação do Felippe e veja que, além de não existirem fórmulas mágicas para você emagrecer, a resiliência será sua maior companheira nesta jornada.

Nascido e criado em Santo Antônio de Pádua, no interior do Rio de Janeiro, o contador Felippe Ornellas, 37 anos, pesava 175 quilos.

Somados ao sobrepeso, os hábitos dele incluíam o consumo excessivo de bebidas alcóolicas e o tabagismo.

Felippe Ornellas - o influencer que emagreceu mais de 70 kg

Em janeiro de 2017, ele foi passar férias em Cabo Frio, na Região dos Lagos do estado.

Lá, sentindo-se mal com seu corpo, decidiu fazer a cirurgia bariátrica.

Ele operou em maio de 2017, quando tinha 162,5 quilos. Após o procedimento, eliminou mais de 90 quilos.

Atualmente, com o ganho de massa magra, está com 101 quilos e “sarado”.

Hoje, digital influencer com mais de 62 mil seguidores, ele incentiva outras pessoas a seguirem seus sonhos, começando pela saúde.

Eu quero, eu posso, eu faço!

Tudo na vida é muito mais uma questão de querer que poder, tudo que foi conquistado veio o querer na frende do poder.

É a vida como ela é.

O fator mais relevante para se chegar em algum lugar é começar a se movimentar. É encontrar soluções.

O seu cérebro está programado para encontrar argumentos e continuar como está, pois, no inconsciente isso é mais fácil que sair da zona de conforto.

Mas, de que conforto estamos falando? Sofrimento é conforto?

Acostumar-se com as limitações, enganar-se a cada segundo, encontrar desculpas ​́para não mudar?

Na verdade, ​seu condicionamento mental já está tão cauterizado que ela não consegue ver a saída para transformação que tanto precisa, sair do um estado de tristeza para uma vida com mais alegria, para ser mais feliz, para ser livre.

Seja protagonista da sua história

​Quem está no controle da sua vida? Você tem a saúde que deseja? Tem o físico que gostaria de ter?

Um ponto importante é falar sobre as escolhas,e retomada de postura. Diante de tudo o que está nos acometendo adversidades pelas quais vamos atravessar, podemos escolher sermos protagonistas ou sermos vítimas. Somos nós que escolhemos se nos vitimizamos e nos lamentamos, ou se encararmos a situação e seguimos em frente para uma transformação. Não podemos nos deixar abater, devemos assumir o controle.

Isso significa ter o domino da sua vida, e tomar suas próprias decisões assumindo a iniciativa das suas ações. Quando somos protagonistas nossa própria história ultrapassar barreiras e superar as dificuldades se torna muito mais fácil.

Precisamos também saber como a saúde afeta nossos comportamentos nos diversos áreas da vida. Existem situações que vão mexer com o nosso humor, nosso temperamento, nosso está emocional, etc.

As vezes não estamos bem com agente mesmo, ao nos ver no espelho e se sentir saber que podemos mudar o que alguma coisa, ou palavras de alguém que gosta de brincar até mesmo sem maldade.

Eu nunca me importei com as brincadeiras, de gordo, mesmo poque o que, o que eu poderia dizer se alguém falasse algo do tipo: o gordinho ali pode te informar! Era verdade, mas depois eu ficava pensando,“realmente a pessoa está certa, estou bem gordo mesmo”….

Existe uma frase que diz: “Se eu não mudar o que faço hoje, todos osamanhãs serão iguais a ontem.” Então por que gostamos de mentir dizendo que estamos bem, mesmo nos sentindo péssimos. Podemos mudar tudo isso quando decidimos não viver mais de mesmo jeito.

A vida passa rápido demais para não lutar. Só que para começar uma transformação é preciso ter primeiro uma mudança de mentalidade, uma estratégia, tudo precisa de estratégia, uma meta, ter foco, ter um objetivo.

E você precisa entender que ninguém vai mudar você, ninguém pode mudar você.

Só quando tiver consciência sobre isso que vai poder assumir as responsabilidades por você mesmo. Agir quando tem que agir e ter perseverança.

É necessário que a todo momento puxe para você a responsabilidade da mudança. Tudo depende só de você.

Se você não assume a responsabilidade pela mudança na sua vida, sempre vai se defender, arranjar alguma desculpa, culpar aos outros e se lamentar até o fim de seus dias e nunca transformará sua vida.

Quantas vezes você já começou uma dieta e desistiu? Começou um tratamento e parou, foi na academia se matriculou pagou foi alguns dias e não voltou mais? Quantas vezes você emagreceu e engordou?

Então olha para transformação que precisa ter da seguinte forma: Se você fez uma prova ou uma entrevista de emprego importante e não passou, não se deve culpar por não ter estudado o suficiente ou culpar ao examinador, ao entrevistador, o mal tempo, ao cachorro do seu vizinho, o trânsito, ao outro candidato, enfim, apenas pegue o fato, que não passou na prova ou não conseguir o emprego.

Isso acontece, mas o que fazer? Continue se esforçando, busque se aprimorar diariamente. Não se sabote! Não tenho tempo para ir na academia, não tenho tempo para caminhar, não tenho tempo para comer um alimento mais saldável, etc., não é mais desculpas.

Um ponto sensível que precisamos falar, é sobre o grande número de pessoas que engordam depois de que enfrentam crises, pois ninguém está livre disso não é mesmo? Vimos muito bem isso na pandemia; principalmente as crises financeiras. Entretanto todas as crises mexem muitos com as pessoas, não só crise financeira como já disse, mas também várias outras como problemas familiares, nos relacionamentos, no trabalho, etc.

Quantos casos assim vemos por aí, seja entre conhecidos ou na mídia, em que essas pessoas, mesmo após sofrerem enorme baque em suas vidas, conseguem permanecer firmes, continuando a viver ao aprender a conviver com sua nova condição e se adaptar.

É preciso que tome as “rédeas” para fazer com que as coisasaconteçam. Acredite é possível mude a página para melhor.

​A Compulsão alimentar é muito conhecida.

Os vícios de alimentos são parecidos com os outros. Este, refere-se a necessidade de comer compulsiva ou incontrolavelmente.

A compulsividade pode ser a resposta auma emoção, como: estresse, ansiedade, tristeza ou raiva.

Todo mundo já ouviu: “Não comemos para viver, vivemos para comer”!

Ao que tudo indica, os alimentos que contribuem para uma dependência alimentar geralmente não saudáveis, como: batatas fritas, doces ou pão branco. Por isso, o vício em alimentos está intimamente associado a transtornos alimentares, incluindo a obesidade, bulimia, e o transtorno de compulsão alimentar.

Nestas condições, as pessoas desenvolvem uma dependência química de alimentos específicos, da mesma forma que adquirem vícios com o álcool ou o tabaco.

E quais são os alimentos associados à dependência alimentar?

Alimentos ricos em açúcar, gordura e amido, normalmente.

A Yale Food Addiction Scale, que é um questionário destinado a ajudar a diagnosticar dependência alimentar, identificou certos alimentos que parecem ser mais problemáticos:

  1. ​Salgadinhos;
  2. ​Fritas;
  3. ​Doces;
  4. ​Chocolate;
  5. ​Biscoitos;
  6. ​Pães brancos;
  7. ​Massa;
  8. ​Sorvete.

Contudo, os sintomas de dependência alimentar podem ser físicos, emocionais e sociais.

<p “=”” tve-droppable”=””>Estes sintomas, incluem:

    <li “=”” tve-droppable”=”” style=””>​O desejo obsessivo de alimentos; <li “=”” tve-droppable”=”” style=””>Ansiedade pela obtenção e consumo de alimentos; <li “=”” style=”” tve-droppable”=””>​Recaídas, mesmo após o consumo de alimentos; <li “=”” style=”” tve-droppable”=””>​Perda do controle sobre quanto, com que frequência, e onde come;  <li “=”” style=”” tve-droppable”=””>​Impacto negativo na vida familiar, socialização e finanças; <li “=”” style=”” tve-droppable”=””>​A necessidade de comer para liberação emocional; <li “=”” style=”” tve-droppable”=””>​Comer ao ponto de sentir desconforto físico ou dor.

Depois de consumir grandes quantidades de alimentos, as pessoas também podem experimentar sentimentos negativos, tais como:

​​Você come o que quer, o que precisa ou é um viciado também – e nem sabia?

Já tentou mudar seus hábitos alimentares ou conhece alguém que tenta e não consegue?​

Um dos motivos para eu escrever esse artigo é por ser um ex gordo. ​Naquela foto acima com o Dornellas, você pode olhar para mim e nem achar que eu já estive como na foto abaixo. Esta, na verdade, foi minha realidade durante muitos anos.

Este foi o processo do Samoelso Machado

O samoelso Machado perdeu em torno de 24 quilos.

Em 8 meses sai de 94 kg para 69,6. Houve, também, um ganho de aproximadamente 10 kg de massa magra.

Me chamo Samoelso Machado, sou natural de santo Antônio de Pádua, no estado do Rio de Janeiro.

Aos 41 anos, precisei lidar com outras experiências para me dar conta que deveria mudar valores e conceitos, e por razões de saúde precisei perder peso.

Ora, eu não queria deixar de viver e de comer o que eu antes comia, é muito difícil romper os hábitos, por isso mesmo que, em qualquer livro ou material de instrução sobre a vida, você sempre encontrará algo similar ao que estou dizendo aqui, de que as mudanças acontecem a partir da modificação do hábito, e de sua transformação.

Eu não queria mudar naquilo, mas tive que me adaptar, tive que criar uma nova rotina. Durante décadas, era comum eu que eu tentasse ludibriar a mim mesmo com a velha desculpa do tempo, mas na verdade, era apenas um auto engano, um exercício vicioso de auto sabotagem.

Porque é lógico que eu teria tempo, bastava que eu, como aliás fiz, elegesse a perda de peso e a vida mais saudável como sendo uma prioridade diária.

Depois que você estabelece o que é melhor para você, e isso pode sim ser uma mudança de peso, claro, mas também pode ser em relação a sua postura profissional, ou ao seu relacionamento com a pessoa que você divide a vida, ou como pai e como mãe, com filhos, ou ainda enquanto empresário.

É preciso estabelecer essa determinação como parte da sua vida diária, até ao ponto em que você sequer notará que está fazendo aquilo diariamente, porque terá se tornado para você algo tão natural quanto se levantar, ou tomar banho.

Sei bem que circunstâncias difíceis sempre farão parte da nossa vida, porque a vida é isso, é um caminho de aprendizado e de superação, mas, o que jamais deve ser feito, é você mesmo desacreditar em suas capacidades, principalmente em sua capacidade de se modificar e de ressignificar a sua própria vida e a forma como você a tem vivido.

A grande verdade é que dificilmente sabemos a força que temos, e muito menos sabemos o quanto podemos suportar de uma situação ruim, Mas acredite em mim quando digo que podemos suportar muita coisa, e mais, Deus não coloca nenhum desafio em nossas vidas que não conseguiremos suportar, porque estes desafios fazem parte de nossa caminhada e possuem o real propósito de nos tornar pessoas melhores, mais fortes e mais determinadas.

A melhor maneira de trabalhar com o tempo é tentar se organizar.

Não estou dizendo para você estabelecer em um caderninho cada coisa que vai fazer ao longo do seu dia, até porque isso não é possível pelo simples fato de que não conseguimos prever o que cada dia trará para nós de desafios ou de oportunidades.

O que estou dizendo é que você precisa separar, dentro das suas prioridade, o que você precisa e o que quer fazer naquele dia e a partir daí você consegue criar um cronograma, e nada impede, por exemplo, que você faça algo que te dê prazer, como caminhar no parque, ficar com seus filhos ou visitar um parente, ler um livro, entre outras coisas que você precisa fazer.

Como podem ver, eu passei por uma grande transformação, e considero muito mais como uma superarão. Assim como muitas e por que não dizer milhares de pessoas nesse mundo de meu Deus, tentam, tentam e não conseguem emagrecer existe a pergunta.

Quais são os reais motivos para elas não mudarem de vida?

Se você está ou não entre as pessoas com complicações das doenças citadas acima, existem outros fatores de grande relevância para o fracasso na sua mudança.

Como sempre digo: você pode querer muito uma coisa, ao achar que quer, mas se realmente quer algo, tem que estar disposto a fazer acontecer? Quero que saiba que eu acredito em você.

E você diz: “essa pessoa nem me conhece e fala que acredita em mim, quando as vezes eu mesmo tenho dúvida se vou conseguir.” Sim! Acredito e quero te ajudar a acreditar mais em você e realizar transformação da sua vida.

Qual vai ser suas desculpas agora?

Você quer ter uma vida diferente da que tem hoje? Então comece mudar a sua forma de pensar!

Ao afirmar isto, estou falando sobre mudanças de hábitos de vida e adotar comportamentos saudáveis. Trata-se de reprogramar sua mente e sair do piloto automático.

Confira alguns exercícios que vão te ajudar nesse processo de transformação mental, e ainda, irão auxilia-lo na perda de peso, foco e disciplina:

​Registre todas as situações que te fazem sentir vontade de desistir.

Por fim, não queira resultados rápidos de mais. Tudo ​é processo. O meu processo foi duro.

Somos aquilo que comemos ou comemos aquilo que somos?

Para ser saudável, é necessário ser equilibrado. E a educação alimentar desde a infância é uma boa ferramenta para que isso aconteça.

Considerado, por muitos, o “pai dos nutricionistas portugueses”, o médico Emílio Peres dizia que “somos aquilo que comemos”.

A frase salienta a importância de uma alimentação saudável.​

Entretanto, uma das melhores formas de saber se praticamos uma alimentação saudável é verificar a quantidade de embalagens que existe nos caixotes de lixo.

Uma alimentação na qual predominam alimentos frescos, nacionais, que respeite a sazonalidade (fruta, hortícolas) e que inclua produtos do dia (por exemplo, o pão) possui claramente um teor muito reduzido de aditivos alimentares.

Uma dica: na aquisição e seleção de produtos alimentares procure comparar os rótulosnutricionais e verificar os teores de açúcar. Identifique açúcares “escondidos”, como: frutose, glicose, maltose, sacarose e dextrose, xarope de milho, açúcar invertido, xarope de glucose, sumo de fruta concentrado, melaço.

Prefira as características nutricionais únicas – elevado valor proteico e riqueza em fibras, vitaminas e minerais – e uma pegada ecológica muito inferior à carne ou ao peixe. É um grupo alimentar que constitui uma excelente fonte proteica de custo muito acessível, cuja produção tem baixo impacto ambiental

​E sempre necessário repetir o Óbvio

Atualmente, com a vida moderna sabemos que o sedentarismo segundo alguns estudos e pesquisas, tem prejudicado muito a saúde dos indivíduos.

Com isso, mais uma vez é com você se está com físico em dia, cabe você manter uma a saúde ou então se for preciso emagrecer já sabe que possível. Não acredite em milagres de gente que só quer vender sonhos, todo na vida tem um preço.

Saiba que é necessário a realização diária de exercícios físicos e que isso é totalmente fundamental manter uma alimentação balanceada.

Não há segredos, não é mesmo?

É́ possível​ emagrecer com saúde e ter grande melhoria ​na qualidade de sua vida.